Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.

sábado, 8 de janeiro de 2011

BENEFICÍOS E USOS - DOLOMITA

Dolomita
 
 
A Dolomita é rica em CÁLCIO E MAGNÉSIO
 
Indicação: artrite, artrose, processos inflamatórios, tremores, osteoporoses, (recupera a massa ósea) bursite, reumatismo, gota, amigdalite, gripe, rinite, sinusite, dor de garganta, herpes, cólicas menstruais, miomas, dor de cabeça, enxaqueca, tendinite, DORT ( dores ocupacionais por repetição no trabalho).
Também nas doenças agudas da pele como eczemas, erisipela. Nas doenças crônicas da pele psuriase e alergias.
Suplementa a carência do cálcio e Magnésio que atuam no sistema nervoso, e é calmante. Strees, cansaço físico e mental, perda de memória, déficit de atenção, hiperatividade, nervosismo, irritabilidade, insônia.
Desordens no sistema digestivo, gastrite, enjôo na gravidez, ulceras gástricas, flatulência, colite, hemorróidas, fissuras.
Desordens do sistema cardiovascular, trombose, diminui a pressão sanguinea, aumenta o desempenho do sistema cardiovascular.
 
História
O uso medicinal da argila é antigo. Ela estava presente na cosmetologia egípcia. Babilônios, assírios e chineses a utilizavam em problemas digestivos. Avicena, o "príncipe dos médicos", fala da argila, assim como Homero e Hipócrates, o "pai da medicina", a usava interna e externamente.
Talvez o pouco uso da geoterapia se deva à contaminação ambiental, o que restringe o local de coleta a áreas virgens, longe de plantações (por causa de agrotóxicos) e esgotos. A argila deve ser retirada de, no mínimo, 1 metro de profundidade, peneirada e guardada em recipiente não metálico. Algumas vezes deve ser exposta ao sol, antes do uso.
No cenário moderno da geoterapia surge a dolomita, carbonato duplo de cálcio e magnésio, rocha descoberta pelo geólogo francês Deodat Dolmieu, nos Alpes tiroleses (1750- 1801). Desde 1930, é analisada para tratamento de osteoporose. É branca, podendo chegar a uma textura finíssima, o que favorece a absorção.
 
Usos Tradicionais
 
 
 
O uso em pó tem ação anti- hemorrágica, desodorante e cicatrizante. Pode ser usado em casos de gengivite, afta, pré- dentição, pós- extração dentária, higiene oral e lesões genitais. Na pele, é aplicado em ferimentos, escoriações, assaduras, mau cheiro nos pés, micoses e após a depilação. Previne escara quando espalhado no lençol de pessoas acamadas, melhorando o deslizamento da pele e aumentando a sua resistência.
Adicionando dolomita à água (2 litros de água para 1/ 2 copo de dolomita) obtém- se uma água argilosa para banho tanto para crianças como adultos, em casos de brotoeja, prurido e problemas dermatológicos. Uma colher (chá) de dolomita em pó num copo de salmoura aumenta o efeito antiinflamatório e analgésico. É usada em gargarejos nos casos de amigdalite e laringite. Em congestão nasal, rinite e sinusite, devem ser aplicadas duas a 3 gotas em cada narina, duas a 4 vezes ao dia.
 
Traumatismos e dores musculares:
  • Para contusões, luxações, hematomas, câimbras, lombalgias, usa-se em forma de cataplasmas e compressas.
  • Para os atletas quando sofrem dores musculares após intensas atividades físicas, tem sido muito benéfica a aplicação de cataplasma de dolomita, aliviando a dor e aumentando a elasticidade muscular.
Aqueles que lidam no computador por tempo prolongado, podem mergulhar as mãos numa pasta de dolomita por cerca de 1 hora ou mais, para o alívio da tensão nos músculos das mãos.
 
Afecções dermatológicas:

  • Para abcessos, furúnculos, panarício, picadas de insetos, erisipelas, herpes, antraz, aplica-se o cataplasma.

  • Para eczemas, escoriações, assaduras, varicelas, pulverizar a dolomita na área a ser tratada.

  • Para queimaduras, colocar de imediato uma pasta fria de dolomita e manter até aliviar a dor em queimação.

  • Para queimaduras mais intensas, aplicar o cataplasma frio contínuo, renovando freqüentemente ou pelo menos três a quatro vezes ao dia.

  • Para pruridos e edema dos membros inferiores pode-se colocar cataplasma ou colocar a pasta de dolomita em um recipiente e mergulhar os pés por cerca de 30 minutos ou mais.

  • Para eliminar manchas, cicatrizes aplicar a máscara de Dolomita e um creme hidratante de sua preferência. Repetir três vezes por semana. Esta aplicação limpa e suaviza a pele e ao mesmo tempo ajuda a eliminar toxinas.

  •  


    Problemas ginecológicos:

  • Para cólicas menstruais: aplicar cataplasma morno de preferência à noite ou uma vez ao dia durante 10 dias antes da menstruação.

  • Para nódulos nas mamas, rachaduras, flacidez, e estrias aplicar o cataplasma.

  • Para cistos de ovário, útero - aplicar cataplasma no baixo abdômen, exceto nos períodos de menstruação.

  •  


    Pasta e Banho


    Misturando- se água à dolomita, na proporção de uma parte de água para duas de dolomita, obtém- se uma pasta homogênea. A água pode ser substituída por chás (gengibre, para dores articulares) ou soro fisiológico (úlceras varicosas). A pasta tem ação analgésica, refrescante, antitérmica, relaxante e cicatrizante. É útil para casos de DORT, dores articulares, erisipela, seborréia, queimadura solar, psoríase e estado febril.
     
    A pasta de dolomita tem uso intravaginal, em casos de candidíase, leucorréias, bem como para hemorróida interna, fissura e prurido anal.
     
    O banho é indicado em casos de fibromialgia, insônia, depressão, pós- lipoaspiração, cirurgia de varizes. O uso estético de dolomita é útil no tratamento de estrias, flacidez, celulite e para amenizar rugas de expressão facial, olheiras, manchas e quelóide.
     
    Aplicações e modo de usar  a pasta
     
    Rejuvenescimento da Pele: Celulites, Estrias e Flacidez - usar aproximadamente 30 dias consecutivos envolvendo com filme.
     
    Couro cabeludo: Queda de Cabelo, Seborréia, Oleosidade, enfraquecimento por Tintura - Fazer uma pasta com a mesma proporção de água e Dolomita e aplicar nos cabelos deixar de 30 a 60 minutos conforme o comprimento dos mesmos. Pode permanecer com o tratamento durante toda noite.
     
    Expressão Facial
     
    A dolomita serve para amenizar rugas de expressão facial.
    Para isso pode-se usar a Dolomita adicionada de água ou soro para o uso em pasta, pois assim adquire uma textura cremosa muito delicada, que favorece um efeito mais eficaz. Tem uma ação penetrante nos poros, neutralizando rapidamente a acidez da área aplicada. Por isso o resultado imediato é percebido. Uma camada fina da pasta de Dolomita é suficiente para produzir bons resultados.
     
    Receita de Mascara Facial:
     
    1 colher de sopa cheia de Dolomita
    metade do volume de água ou soro
    5 gotas de mel
     
    Faça uma pasta e aplique no rosto e pescoço, após 15 minutos molhe o rosto fazendo movimentos circulares até remover toda a pasta. Logo após aplique um hidratante de sua preferencia.
     
     
    Higiene Bucal
     
    Pré dentição: desinflama as gengivas do bebê e crianças. - Molhe o dedo e coloque no pó, friccione levemente a gengiva.
     
    Clareia os dentes, evita cáries, e elimina o bolor da dentadura. - Escovar os dentes ou a dentadura após as refeições.
     
    Alivia a dor na manutenção do aparelho de correção. -  Dissolver uma colher de sopa para 1/4 de copo de água morna e bochechar.
     
    Cataplasma

    Utensílios:
     
    Dolomita em póÁgua
    Vasilha de vidro ou louça
    Colher ou espátula de pau ou plástico
    Pincel
    Filme de PVC
     
    Procedimento:

    Por uma quantidade de pó na vasilha de acordo com a região a ser tratada, e ir adicionando a água aos poucos até formar uma pasta homogenia.

    EM PÓ: a dolomita pode ser pulverizada e espalhada como talco ou aplicada em forma de cataplasma seco.
     
    Temperatura:A pasta pode ser aplicada fria, morna ou quente. Quando o local estiver febril inflamado ou congestionado deve-se aplicar frio para refrescar.
    O tratamento frio visa não somente refrescar quando tiver febril, mas também provocar um aquecimento do corpo pela estimulação de trocas orgânicas.
    Em Pacientes debilitados cujas reservas orgânicas estejam insuficientes não se deve aplicar frio. De um modo geral, a aplição não deve ocasionar aborrecimento ou sensação desagradável.
    Num dia quente pode-se usar uma aplicação fria, porem em dias frios devera ser aquecido.
    Um cataplasma frio ajuda descongestionar um órgão debilitado, enquanto que para uma cólica de vesícula será necessária uma aplicação quente.
    No baixo abdômen, onde ocorrem freqüentes fermentações com elevação de temperatura é necessário frio. Em outros casos como cistite, cólicas menstruais, torna-se necessário usar quente.
     
    Como Aquecer:
    Aquecer a água a ser misturada na Dolomita ou em banho-maria.
    Obs.: aquecer somente a parte a ser utilizada no momento.

    Duração:
    O cataplasma pose ser aplicado pelo menos duas horas ou a noite inteira, exceto em caso de febre ou algum desconforto. Pode-se aplicar uma ou duas vezes ao dia dependendo do caso.
    Deve-se procurar o horário mais propício para cada pessoa, sendo que as aplicações no tórax e abdômen não devem ser logo após as refeições.
    A duração e a quantidade de aplicações irão depender do problema a ser tratado, da extensão da área afetada, das reações de cada caso, etc.
    Quando vai se tratar um órgão interno (fígado, rins, estomago, etc.) pode-se deixar o cataplasma por no mínimo duas horas.
    Se a aplicação tem em vista revitalizar um órgão ou ajudar a reconstituir tecido ósseo desclassificado (vértebras etc.) é preferível deixar a noite toda desde que isto não venha a trazer incômodo
    .
    Quando se trata de um abcesso ou uma ferida com secreção purulenta, é necessário trocar mais freqüentemente.
    Obs.: É recomendável aplicar um óleo ou hidratante após aplicações mais extensas para evitar o ressecamento da pele.
     
    O cataplasma usado não deve ser reaproveitado, pois se acha impregnado de substâncias tóxicas absorvidas do organismo. O tecido hidrofilico poderá ser lavado e reaproveitado.

    COMPRESSAS: Duas colheres de sopa para um litro de água quente ou fria conforme o caso, molhar e torcer levemente a toalha e aplicar na região afetada. Cobrir com um pano ou toalha seca. O tempo de aplicação é variável conforme o caso, sendo que os cuidados e indicações do uso da compressa são semelhantes a do cataplasma.
     
    Observação importante: Qualquer uso terapêutico deve sempre ser acompanhado por um médico
     
     
     
     

    2 comentários:

    1. Gostaria de saber como devo usar a dolomina no tratamento de alergia causadas por picadas de insetos, rinite alérgica e as manchas causadas pelas picadas dos insetos. Meu filho tem 2 anos e 8 meses, posso usar nele? Obrigada

      ResponderExcluir
    2. Olá, Sou Geoterapeuta trabalho com as propriedades da Argila Medicinal. Informações - www.saudebeleza.webnode.com.br

      ResponderExcluir